cobogó6
1

A Beleza dos Cobogós ♥

Sucesso nos anos 1950 a 1960, os Cobogós que estiveram muito presentes obras de grandes arquitetos como Lucio Costa e Oscar Niemeyer, voltaram com força total em obras residencias e também em obras públicas com estilo contemporâneo.

É um material semelhante a um tijolo vazado e considerado totalmente Brasileiro, pois foi criado em 1929 por três engenheiros do Recife de nomes: Amadeu Oliveira Coimbra, Ernest August Boeckmann e Antônio de Góis, onde as iniciais de seus sobrenomes deram o nome a peça.

Funciona como um elemento que pode ser usado para garantir a passagem de ventilação e luz, permitir uma certa privacidade conectando o ambiente interno com o externo com leveza e elegância que só ele pode proporcionar.

Inicialmente, eram feitos apenas de cimento. Hoje podemos contar com vários matérias como cerâmica, vidro, madeira, gesso e até mármore.

Nas áreas internas são usados para fechamento ou divisão de ambientes de maneira suave formando um jogo de luz e sombra com efeito super interessante.

Confiram essa seleção de fotos que fiz para vocês se inspirarem !!

cogobó1

 

cogobó2

 

cogobó3

 

cogobó4

 

cogobó7

 

cogobó5

Fica um charme, concordam???

Beijos, A.

Bookmark and Share

Alline Passamani

Alline Passamani

Dentista, apaixonada por viajar, decoração, receber bem, e tudo que envolve o universo de uma "Dona de Casa" exemplar ! Compartilho aqui com vocês minhas experiências e preferências de uma Vida a Dois !

One comment on “A Beleza dos Cobogós ♥

  1. Isabella on said:

    Muito legal a matéria! Parabéns pelo blog e pelo insta! Tudo alto nível e de excelente bom gosto. Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

2.514 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>