jardim
2

Plantas para Apartamentos

Quando se fala em ter plantas dentro de apartamentos sempre surgem aquelas duvidas sobre qual a melhor opção, se ela vai sobreviver, etc. Afinal, muitas delas custam caro e não podemos correr o risco de comprar uma espécie que não se adapte a locais onde a luz do sol não chegue, ou que peguem sol demais.

Na minha humilde opinião (rsrs) toda casa deveria ter plantas vivas. Está certo que elas necessitam de muitos cuidados e muitas pessoas não teriam tempo para cuidar, mas uma casa com bastante verde com certeza tem outro astral. As plantas trazem vida, pureza, alegria a todos os ambientes onde elas se encontram.

Eu tenho um ritual (que eu amo) de molhar minhas plantinhas todos os dias e todo sábado ou domingo eu reservo um tempinho para dar manutenção ao meu jardim. Sim, pra quem chegou agora…eu tenho um jardim na minha varanda. Veja o post aqui!  Removo as folhas que caíram, adubo as plantas que precisam e tenho aquela conversa com elas!! Rs  Fico igual uma louca falando com as plantas e vou confessar que todas as vezes que quero alguma coisa da horta peço licença para retirar!!! Kkkkk Já foi comprovado que as plantas “sentem” e “absorvem” as energias da casa, sejam elas boas ou ruins. Quem nunca ouviu aquela história? Fulano veio aqui em casa, elogiou minhas flores e no dia seguinte estavam todas secas!!! Já escutei isso diversas vezes e já aconteceu na minha casa! Mas enfim… o objetivo deste post é ajudar vocês na escolha das plantinhas, orientar sobre os cuidados e quais se adaptam melhor a estas situações.

Vamos as Especies!

ZAMIOCULCA

Uma das plantas mais usadas em ambientes internos, a Zamioculca continua bonita mesmo quando não recebe os cuidados adequados. Precisa ser regada somente uma vez por semana e fica bem tanto em ambientes com luz, quanto sem luz – mas é bom evitar sol direto, que pode queimar suas folhas. Nome cientifico: Zamioculcas zamiifolia.

zamiocula

ECHEVERIA

É uma suculenta, planta que armazena água nas folhas e caules, que tem o formato parecido com o de uma rosa. É muito usada para fazer arranjos em vasos com outras suculentas e cactos. Deve ser regada apenas uma vez por semana, pois a umidade pode apodrecer suas raízes. Não tolera muito sol. Nome cientifico: Echeveria SP

echeveria

MINI CACTO

Esses pequenos cactos são encontrados até em supermercados e são ótimos para compor arranjos. Ao contrário dos cactos grandes, eles não devem ser expostos à luz direta do sol e ficam melhor em ambientes internos bem iluminados. Para saber quando regar, verifique se a terra está seca – em geral as regas são semanais. Nome cientifico: Mamillaria SP

minicactos

RÁFIS

Com múltiplos caules semelhantes ao bambu, a Ráfis cresce ereta como suas folhas plissadas próximas. É muito usada sozinha em vasos para escritórios ou para montar jardins de inspiração oriental. Fica bem em todo tipo de iluminação. É importante regá-la com frequência sem encharcar seu substrato. Nome cientifico: Rhapis excelsa

rafis

LICUALA

Imponente, essa palmeira tem grande capacidade ornamental. Pode ser usada para compor um jardim interno, com bromélias e orquídeas, ou sozinha em vasos. A licuala não deve ficar exposta à luz direta do sol, mas precisa estar em ambiente iluminado com luz indireta. Borrife água em suas folhas. Nome cientifico: Licuala grandis

licuala

ARECA

Uma das palmeiras mais populares e versáteis, a Areca fica bem em jardins, cercas-vivas ou vasos, em ambientes internos. Pode crescer exposta diretamente ao sol, mas suas folhas ficam mais vistosas quando é cultivada à meia sombra. Deve ser regada regularmente e não deve ficar em ambientes com ar-condicionado. Nome cientifico: Dypsis lutescens

areca

LANÇA DE SÃO JORGE

Com folhas cilíndricas e verticais, a Lança de São Jorge tem um visual bem ornamental. Por ser uma planta muito resistente, pode ser usada nas mais variadas composições, desde jardins de pedras a vasos para ambientes internos. Deve ser regada a cada 15 dias, sem molhar as folhas, e mantida à meia-sombra. Nome cientifico: Sansevieria cylindrica

lanca-de-sao-jorge

LÍRIO DA PAZ

Esta é uma das poucas plantas que florescem na sombra. Se seu jardim é sombreado, mas com bastante claridade, abuse desta espécie. O sol direto queima suas folhas! Mantenha-a sempre adubada e seu solo úmido. Nome cientifico: Spathiphyllum wallisi

lirio-da-paz

BROMÉLIA

Sua inflorescência em tons vermelhos contrastando com o verde escuro das folhas torna a Bromélia uma das flores mais decorativas para ambientes internos. O sol direto queima suas folhas, por isso deve receber apenas claridade indireta. É plantada em substrato para epífitas. Deve ser regada a cada dois dias, limpando-se o seu centro para evitar proliferação de mosquitos. Nome cientifico: Guzmania ligulata

bromelia

PAU D’ÁDUA

Esse arbusto com uma linha amarela no meio das folhas é muito usado para decoração em vasos. “Ideal para decorar escritórios, ela é resistente ao ar condicionado e não precisa ficar diretamente exposto ao sol”, diz a paisagista Marisa Lima. Deve ser regada quando superfície da terra estiver seca. Nome cientifico: Dracaena fragrans

pau dágua

ANTÚRIO

Por suas flores vistosas, o Antúrio é um clássico decorativo. Tradicionalmente, é usado em vasos, mas de uns tempos para cá também passou a compor o paisagismos de jardins, sob a sombra de outras plantas. É essencial que fique à meia sombra, sem receber diretamente a luz do sol. Entretanto, também não pode ficar em ambientes escuros. Nome cientifico: Anthurium andreanum

anturio

JADE

A Jade parece uma miniárvore. Ela demora para florescer, mas vale a pena esperar. “Sua inflorescência tem um colorido de verde azulado único”, recomenda a paisagista Marisa Lima. É muito fácil de cuidar: a Jade se dá bem em qualquer solo que não fique muito úmido e deve receber luz direta do sol pelo menos durante uma parte do dia. Nome cientifico: Crassula ovata

jade

BEGÔNIA

Ideais para decoração de interiores em vasos, as begônias parecem verdadeiros buquês de flores. Suas folhas também são um atrativo: tem formas variadas e, no geral, são coloridas. O cultivo deve ser feito em substrato bem fértil, em ambientes protegidos da luz do sol, da friagem e do vento. A rega deve ser feita sem molhar as folhas. Nome cientifico: Begonia elatior

begonia

 

Então é isso meus Amores !!! Espero que vocês tenham gostado dessas dicas!!! Arrasem nas plantinhas!!

Beijos e Bom Fim de Semana!

A.

Bookmark and Share

Alline Passamani

Alline Passamani

Dentista, apaixonada por viajar, decoração, receber bem, e tudo que envolve o universo de uma "Dona de Casa" exemplar ! Compartilho aqui com vocês minhas experiências e preferências de uma Vida a Dois !

2 comments on “Plantas para Apartamentos

  1. Bruna on said:

    Oi Alline! Acabei de conhecer seu blog e estou adorando! Sou casada há pouco tempo e adoro coisas de casa, apesar de não ter tanto tempo pra dedicar a isso como eu gostaria. Vi que vc tem uma bull terrier. Nós temos um também e acabamos de mudar de uma casa grande pra um apartamento. Por enquanto ele está num canil sendo adestrado, mas logo logo ele volta pra casa. Queria saber se vc tem dicas pra lidar com essa raça específica em apartamento, já que eles são bem levados e cheios de energia (pelo menos o nosso hehehe). beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

2.514 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>