0

Papo Viagem – Floripa

Carinhosamente apelidada de “Floripa”, a capital de Santa Catarina é uma das cidades brasileiras mais visitadas por estrangeiros, por sua variedade de praias e passeios que agradam todo tipo de turista. A ilha possui aproximadamente 42 praias, com características peculiares de acordo com a região. Formando cenários deslumbrantes, o mar de Florianópolis encanta desde os amantes do surf, passando por aqueles que curtem praias desertas e selvagens, e contemplando também as famílias com crianças, que preferem praias com mais estrutura e águas calmas.

A principal atração de Florianópolis, sem dúvidas, é o mar. Neste sentido, não podemos deixar de mencionar os empreendimentos ligados a ele, com destaque especial à gastronomia pela considerável produção de ostras. Os restaurantes à beira-mar possuem um charme especial, servindo diversos tipos de pescados e, principalmente ostras frescas e muito saborosas (ao natural, ao bafo e gratinadas).

Conhecer a ilha e seus vilarejos, observar as deslumbrantes paisagens, provar dos pratos típicos da região e conhecer um pouco mais da cultura açoriana foram as principais motivações para a escolha do nosso roteiro. Para quem quer reunir vários tipos de atividade em uma só viagem, Florianópolis é um “prato cheio” – um destino turístico bastante versátil, com opções para os diversos gostos e bolsos.

O que fazer em Florianópolis?

Existem passeios muito interessantes, com ótimas opções para quem visita Floripa. Vou passar aqui um resumo do roteiro que fizemos durante um final de semana prolongado (sábado/domingo + feriado na segunda-feira).

Dica IMPORTANTÍSSIMA: vale muito à pena alugar um carro em Florianópolis, pois as distâncias entre as praias e os demais atrativos são grandes e o transporte público não atende muito bem à demanda turística da região. Além disso, não esqueça de incluir a locação de um GPS para evitar desperdício de tempo.

O hotel escolhido para nossa estadia foi o Slaviero Executive Florianópolis (http://www.slavierohoteis.com.br/hotel-em-florianopolis/slaviero-executive-florianopolis/hotel/). Localizado numa região central da ilha (próximo à UFSC), porém um pouco distante do centro propriamente dito, o que muito nos facilitou na locomoção entre o sul e o norte. Possui ótima estrutura, com quartos amplos e bem equipados, além de um café da manhã espetacular. Pagamos aproximadamente 200 reais pela diária (em quarto duplo), incluindo o café da manhã (um preço bastante justo em minha opinão!).

fotohotel

PRAIAS

No verão, o mar costuma estar numa temperatura agradável, mas em compensação, os engarrafamentos no fim do dia são gigantescos. Dessa forma, para fugir do tumulto, preferimos marcar nossa viagem para o mês de abril, quando a temperatura ainda está amena (o mar beeem gelado!) e a temporada de verão já terminou.

fotopraia

A badalada Jurerê (norte da ilha) certamente não é das mais bonitas, mas está entre as mais conhecidas praias do Brasil. Um empreendimento imobiliário de alto padrão dividiu a praia em duas regiões distintas: Jurerê Internacional (com características arquitetônicas “internacionais” – grandiosas, inovadoras e sem muros) e Jurerê Tradicional (com empreendimentos mais simples e discretos).  Uma praia com ótima infraestrutura, excelente para quem gosta de agito, festas e azaração.

jurere1

jurere2

 

jurere3

A Joaquina, uma das melhores praias da região, agrada a diversos tipos de visitantes, dependendo da localização, ela pode ter ondas para os surfistas, dunas (para a prática de esquibunda) e mar calmo para famílias com crianças. O mar esverdeado e cristalino, a areia branca fininha como em várias praias da região. Boa estrutura de bares, restaurantes e vendedores ambulantes.

Ao sul da ilha, as águas são mais claras e as praias, em minha opinião, são as mais lindas! O mar cristalino, com poucas ondas e areia branquinha, são de tirar o fôlego com tamanha beleza. Destaque especial para a praia de Campeche que, de acordo com os moradores da região, apresenta registros históricos da passagem do escritor francês Antoine de Saint Exupéry – autor de “O Pequeno Príncipe”, entre os anos de 1920 a 1940. A região era uma espécie de ponto de parada do Correio Francês, na rota de entregas entre Paris e Buenos Aires, na Argentina. No Bairro Campeche há diversos nomes de ruas e estabelecimentos que fazem referência a esse fato.

Em Campeche, além de aproveitar a praia, almoçamos a seqüência de camarões (camarões preparados de diversas formas diferentes – ao bafo, à milanesa, frito, moqueca, servidos com acompanhamentos) no tradicional Zeca Bar e Restaurante, com destaque para a deliciosa casquinha de siri empanada.

Outro restaurante tradicional açoriano que você não pode deixar de conhecer é o Bar do Arante (www.bardoarante.com.br ), localizado em Pântano do Sul. Um local bastante disputado e exótico, com paredes cobertas de bilhetinhos, onde os visitantes deixam recadinhos e registram suas impressões sobre o local e a comida.

SANTO ANTÔNIO DE LISBOA

O Litoral de Santa Catarina foi colonizado por imigrantes açorianos no século XVIII e Santo Antônio de Lisboa, por ser uma das localidades mais antigas de Florianópolis, ainda guarda a presença açoriana, principalmente por meio da arquitetura e dos costumes. Em uma caminhada pelo vilarejo podemos perceber facilmente o modelo tradicional das vilas portuguesas, onde existe uma Igreja no alto, uma praça em frente e um entorno com muitas casas geminadas. Os primeiros lotes de terra foram doados aos portugueses, no final do século XVII, posteriormente, em meados do século XVIII (1748), chegaram as primeiras famílias açorianas em Santo Antônio de Lisboa. Entre 1750 a 56 foi construída a Igreja Nossa Senhora das Necessidades.

Santo Antônio de Lisboa é um lugar encantador – localizado no Norte da Ilha, com fortes características da cultura açoriana, de onde podemos apreciar uma das melhores visões do pôr do sol – e faz parte da Rota Gastronômica do Sol Poente – Estrada Caminho dos Açores, junto às localidades de Cacupé e Sambaqui.

A Rota possui opções diversificadas de restaurantes e barzinhos à beira mar. Além da gastronomia local, baseada em frutos do mar, também abarca restaurantes portugueses, açorianos, pizzarias, bistrôs e cafés.

stoantonio6

Sugestões de restaurantes:

Restaurante Samburá (www.restarantesambura.com.br ).

Restaurante Pitangueiras (www.restaurantepitangueiras.com.br ).

Fairyland Cupcakes (www.fairyland.com.br) um local super aprazível, com uma variedade enorme de cafés, cupcakes e outras delícias.

RIBEIRÃO DA ILHA

Um vilarejo bucólico e muito simpático, localizado ao sul de Florianópolis, que apresenta fortes registros da colonização açoriana, sendo o acervo histórico mais antigo e original da Ilha de Santa Catarina, abrigando a Igreja Nossa Senhora da Lapa (inaugurada em 1806) e o Ecomuseu do Ribeirão da Ilha. Na orla da antiga freguesia e também nas proximidades da igreja, ainda estão preservadas muitas construções arquitetônicas dos séculos XVIII e XIX.

Os açorianos chegaram a Santa Catarina em meados do século XVIII (1748 – 1756) e entre os inúmeros imigrantes que se instalaram naquela região, um grupo de aproximadamente 60 famílias veio contribuir para o desenvolvimento da Região do Ribeirão da Ilha (a segunda colônia a se desenvolver na antiga vila de Desterro – atual Florianópolis) . Apesar do crescimento urbano, alguns traços culturais açorianos ainda são mantidos entre a população mais antiga e por isso alguns consideram Florianópolis “a décima ilha do arquipélago dos Açores”.

Em Ribeirão da Ilha, está localizado o Restaurante Ostradamus (http://www.ostradamus.com.br/) um dos mais tradicionais da ilha. Seus preços não são populares, mas em compensação, o lugar, a comida e a receptividade são impecáveis. Os pedidos são fartos e muito saborosos, o atendimento é excelente e os garçons se vestem como marinheiros. A decoração do restaurante é bastante criativa e alegre, mas dê preferência às mesas localizadas sobre o mar – onde é possível apreciar o visual incrível da orla e dos berçários de cultivo de ostras.

ostradamus4

Logicamente experimentamos a especialidade da casa: as ostras depuradas nas versões in natura e gratinada (um dos diferenciais do restaurante é servir ostras que passam por um processo de depuração para evitar o consumo de impurezas). Sinceramente, não senti nenhuma diferença entre gosto das ostras depuradas ou não depuradas, rs!… eu, simplesmente, ADORO ostras!!! (O.o)… Alem das ostras, pedimos dois pratos diferentes de Peixe Grelhado, um deles era acompanhado de camarões grelhados, champignon, arroz de camarões com manga e banana e outro com farofa de camarão e banana da terra, envolto em papel manteiga, com delicioso purê de batata doce… Os dois pedidos estavam incrivelmente deliciosos e bem servidos.

ostradamus8

Após o almoço aproveitamos para passear na orla, comprar umas lembrancinhas nos lojinhas de artesanato e conhecer o atelier do artista Jesus Fernandes – bastante conhecido por suas pinturas em azulejos no estilo português. Outra surpresa bastante agradável foi conhecer a Amoriko Brigadeiros finos (http://amoriko.com.br/ ), um espaço muito charmoso, com brigadeiros de sabores exóticos e outras sobremesas de comer rezando… E como eu sou apaixonada pela combinação brigadeiro+café espresso, nem preciso dizer o quanto essa descoberta me deixou feliz, né? Os brigadeiros que provei na Amoriko foram amêndoa, flor de sal e vinho do porto. Todos MA-RA-VI-LHO-SOS!!!

LAGOA DA CONCEIÇÃO

Na porção central da ilha de Florianópolis está localizada a Lagoa da Conceição, um local imperdível para quem visita Floripa. No entorno da lagoa as águas são impróprias para o banho, porém, várias pessoas ficam por ali tomando sol sobre a grama, praticando Stand Up Paddle, passeando de pedalinho e caiaque ou aproveitando o calçadão para caminhadas. A orla (Avenida das Rendeiras) tem inúmeros bares e restaurantes, onde os freqüentadores ficam apreciando o visual e provando as delícias da gastronomia local.

O Canal da Barra da Lagoa também é uma ótima opção para passeios diurnos, com seus restaurantes que se projetam sobre o canal, podemos observar a calmaria da paisagem e os pescadores que circulam por ali em suas embarcações. Outro atrativo do canal são os sítios arqueológicos, facilmente avistados – blocos de granito semi-enterrados na areia são fortes indícios que o local já foi utilizado pelos povos primitivos como oficina para moldar ferramentas de pedras.

 CENTRO

Não deixe de visitar o Largo da Alfândega e seus arredores, na região central de Florianópolis. Trata-se de uma grande praça em frente ao edifício da antiga alfândega da cidade (que encerrou suas atividades quando o Porto de Florianópolis foi desativado, em 1964). A praça abriga uma fonte com um monumento que reproduz os bilros em grandes dimensões – Bilros são instrumentos de madeira que auxiliam na produção das “rendas de bilro”, trabalho artesanal tradicional em Santa Catarina.

A Casa da Alfândega, construção neoclássica datada de 1875, abriga atualmente a sede administrativa da Associação de Artistas Plásticos de Santa Catarina, bem como uma grande loja/galeria para exposição e comercialização de trabalhos artesanais.

O Mercado Municipal funciona num edifício inaugurado em 1898, o prédio possui duas torres e duas alas interligadas. É o lugar para quem quer comprar todo tipo de produto: pescados, frutos do mar, produtos artesanais, utensílios e outros. No vão central ficam concentrados os boxes de bares e restaurantes para receber os turistas e também os nativos. O local está passando por uma reforma, porém alguns boxes ainda continuam em funcionamento.

 

Dica imperdível:

Sanduicheria da Ilha (http://www.sanduicheriadailha.com.br/ )

É considerado um dos melhores locais para comer sanduíches em Floripa. Não deixe de experimentar a deliciosa maionese que é servida como acompanhamento.

 Florianópolis é uma cidade linda, acolhedora e cheia de opções para receber os turistas. Esta foi a minha terceira visita e tenho vontade de retornar em breve. Espero que vocês tenham gostado das dicas.

Beijos e até o próximo destino!

Fabi.

Bookmark and Share

Bookmark and Share

Fabiene Passamani

Fabiene Passamani

escalavixturismo@gmail.com INSTAGRAM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

2.295 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>